quarta-feira, agosto 02, 2006

Episode 5.07 [ Risky Business ]

Episode 5.07 [ Risky Business ]

A vida tem mesmo muitos caminhos. E surpresas. E escolhas.
Como minha primeira realização realmente significante de férias, viajei para a fazenda de Filipe no sábado. Voltei na segunda com muitas histórias pra contar, principalmente sobre guerras de coquinhos, pescarias frustradas, papagaios, jogos de bola, muita carne, muito baralho, algum vinho e conversas perfeitas com amigos perfeitos.
E foi uma das poucas vezes que consegui realmente expressar os meus sentimentos e pensamentos através de palavras faladas. Sempre achei mais fácil escrever sobre tudo, me declarar para as pessoas de quem eu gostei por essa vida a fora, até mesmo pedir desculpas pelos meus erros. É o jeito mais fácil, pelo menos pra mim.
Acho que tudo isso tem a ver com o meu tipicamente taurino medo da mudança, medo do inesperado, insegurança. Sempre tive receio em relação a mudanças radicais na vida e todas as grandes mudanças me causaram boas horas de tristeza e reflexão pessoal antes do início da fase de adaptação.
Mas aí eu ouvi um conselho: “Arrisque-se mais, senão como você vai saber que não foi o melhor?”. E como todos nós sabemos – mas bem poucos colocam em prática – é melhor se arrepender do que fizemos e não do que deixamos de fazer.
Eu realmente vou tentar me arriscar mais daqui pra frente. Confesso que não sabia que a solução era assim tão fácil. E sei também que não vai funcionar 100% na prática. Mas eu espero realmente perder menos oportunidades, ou melhor... fazer as minhas próprias oportunidades. É difícil. Difícil realmente dizer adeus ao que sabemos que nos é seguro e rotineiro.
Mas a vida é assim. As pessoas vêm e vão e algumas se fazem parte da nossa história eternamente, mesmo com um conselho na madrugada ou com as longas tardes que aproveitamos juntos até que percebemos que é tarde demais para se esquecer.

Trilha sonora: Love in the Afternoon, by Legião Urbana

Negócio Arriscado (Risky Business): filme de 1983, um dos primeiros sucessos de Tom Cruise, em que ele é um adolescente que aproveita a viagem dos pais pra fazer bagunça na casa.

6 comentários:

Mari disse...

A carapuça serviu...
Meio que conflitos pessoal e mundial...

Ankh disse...

Qui raiva!
Eu comentei aqui ontem e num apareceu meu comentário.
Vc tá em falta com os origamis, hein? hehehehe.
Eu gostei dimais de ter vcs lá na fazenda comigo. Vamos mais vezes...
Sobre se arriscar mais, é assim que a vida funciona. Os que não se arriscam são aqueles alunos nerds que ficam sentados no fundo da sala comendo ponta de lápis.

Du disse...

É meio que :
"Hum, deixa eu ver o que que é isso aqui...
Uá, é isso???"
Com uma pitada de 'bon sensus' fica melhor ainda !!!
Já dizia nossa amiga Regina:
Viva cookies e D. Anita, afinal, são seres cósmicos de qualidade! Não é verdade minha gente!? (risos meigos e abafados)^^

Sinara disse...

Leis da física que regem o coração caro amigo!
Mas depois que transpõe-se uma montanha, as demais são morros.

lonely star disse...

se joga, coisa linda!

henrique disse...

eh oq todos dizem...
mas corre atras do q vc quer, ainda mais se vc tem certeza! cmo tinha qndo poderia ir pra niteroi.. essas coisas q vc nao pode deixar passar, mas tudo bem, vc ta tentando agora!
Avante!!!