domingo, fevereiro 11, 2007

6.01 - Career Oportunities

[ Career Oportunities ]

No dia que antecedeu a entrevista, eu quase desisti de tudo. Juro. Eu tava com preguiça demais de mudar o rumo da minha vida, perder minhas férias e minha adorada rotina taurina. E de repente tudo dependia daquela decisão: ir ou não ir. Fui. Comecei. Aprendi mais coisas na marra em 3 horas de estágio do que nas minhas férias todas. E é pra lá que eu vou amanhã. E depois, e depois. Pra alguém que nunca havia trabalhado sério na vida, é um grande passo. E eu sinceramente desconfio de que tenha sido o passo mais importante de toda a minha existência. Agora sim vão me levar a sério se eu disser que quero ser alguém na vida. Ontem uma mulher me parou na rua pra fazer uma dessas pesquisas e perguntou se eu tava trabalhando. Eu disse que estava. E ela acreditou. Eu fiquei feliz por isso, embora ainda seja cedo para avaliar o real significado do trabalho (um estágio de 16 horas semanais apenas) na minha tão parada vida.
Agora eu não posso mais ficar acordado até as 5 vendo todo filme que passar nem na internet esperando alguém entrar no msn pra eu ter com quem conversar. Agora eu não posso mais acordar com a leveza de não ter compromisso na vida que não seja olhar meu e-mail e postar nas minhas comunidades virtuais.
É. To trabalhando. Minha barba cresce muito mais rápido do que a minha vontade de fazê-la, minhas crises de autopiedade estão menos freqüentes (embora seja algo que faça parte da minha personalidade), as músicas que eu gostava antes estão meio estúpidas agora que eu percebo que só fui ouvir porque o clipe passou na MTV. E os filmes que eu vejo (cada vez menos filmes, porém melhores) me tocam mais. Tanto que me fazem chorar. Muito. E me fazem perceber “que diabos eu to fazendo com a minha vida”. Eu descobri que entrar no estágio é a única coisa que potencialmente vai mudar a minha vida. Eu achava que ter entrado na universidade fosse mudar tudo, mas a única coisa que realmente mudou foi o cenário das minhas lamentações. Agora eu acho que é pra valer.
Agora eu vou viver.

As coisas mais importantes da minha vida estão numa pasta, com o meu nome e um ícone em forma de janela aberta para as nuvens na área de trabalho do computador. Ta na hora de fazer o meu mundo real ser um pouco mais interessante. E ta mais que na hora de fazer um filme.

Dica de locadora: Career Oportunities (Construindo uma carreira) - todo mundo já deve ter visto essa história na sessão da tarde, sobre um garoto desesperado por um emprego que passa a noite numa loja de departamentos ao lado da Jennifer Connelly...
Citação: "creo que he visto una luz al otro lado del río" (Jorge Drexler)
Trilha sonora: Irreplaceable, by Beyoncé Knowles

6 comentários:

Ankh disse...

"Minha barba cresce muito mais rápido do que a minha vontade de fazê-la" pq vc acha q tenho usado cavanhaque?
Eu sei como é isso de fazer uma coisa q deixa sua vida melhor. Tenho orgulho em dizer aos que perguntam se trabalho na minha área um SIM.
To gostando muito de trabalhar na agência e estou tentando fazer por onde deixar minha marca lá. Esse é o próximo passo da coisa. Primeiro vc quer fazer parte, aí vc faz parte e então vc quer deixar lá aquela sua pegadazinha na calçada da fama.
Da pra ver q vc tá melhor, vc tá mais radiante e isso está se refletindo por dentro e por fora. Espero que continue assim e se for mudar, que seja pra melhor. Estou torcendo por vc!

Michereff disse...

Legal!
Noitei muitas mudanças em você, principalmente na tonalidade do texto!

Olha, relutei muito pra começar a trabalhar. Também não queria largar minhas vida cheia de regalias. Mas hoje NEM PENSO em ficar sem trabalhar!
As pessoas te valorizam mais, você próprio se valoriza mais e vê maior valor nas coisas.
Enfim, apesar de cansativo e entediante, a rotina do trabalho faz-nos mais responsáveis, e principalmente maduros.

Parabéns por essa nova etapa (e talvez, como você disse, a principal) da sua vida!



P.S.: Realmente, a vida não muda na universidade. Ao contrário, os problemas geralmente são mais intensos. Principalmente para mim, que sou tão diferente dos outros, e não consegui me incluir numa roda de amigos constante. Verdade: eu era um mané!
XD

victor disse...

Eita!
Todo mundo evoluindo!
Estranho eh achar que comecar a trabalhar com o que a gente gosta significa necessariamente evolucao. No meu caso, significou. Espero que pra vc tb!
Acho que o nome em portugues do filme eh algo menos burocratico-administrativo-aprocuradafelicidade-newtonpaiva -chato do que "Construindo uma carreira".
Acho que a gente precisa se ver mais. Minhas opinioes sobre o cinema atual dependem de conversas com alguem que eu goste de conversar sobre o cinema atual.
Acho que o plano de assistir ao Oscar em conjunto precisa de concretude.
Acho que o disco novo do Jorge Drexler merece muito ser ouvido. "12 segundos de oscuridad".
Acho que vou parando por aqui.
Grande abraco!

P.S.
Evolucao mesmo seria se os teclados do mundo funcionassem!

lonely star disse...

ei amor da minha vida.
bom vc tava errado, sabe. eu sei o que ta acontecendo... aí vc pára e pensa:
"ué, minha filha, mas vc conversou com ele de novo?"
daí eu digo que não. mas eu li e reli as entrelinhas da conversa e ainda falei com gente insana e naturalmente drogada o suficiente prá entender... e eu acho que entendi.
desculpa nao ter te procurado pra sair... mas eu to mal realmente. acho que ta sendo um dos momentos mais estranhos da minha vida... nem quando meu ex amor de sexualidade indefinida esqueceu que eu existo
eu fiquei assim, porque no fundo ja sabia que ele era uma bicha sabe?! então eu tava sentindo era mais conformimsmo... e isso é um sentimento indiferente. mas com ele eu to assim, porque eu sei que ele merece meus sentimentos nem que seja so um pouquinho. não só por causa do que eu conheci dele aquele dia, mas por causa do que a nana me contou da vida dele.
era isso.

vai viver... vai mesmo. eu nao sei se ja te disse isso em algum momento, mas sei que já pensei e que já quis dizer.
e faça um filme mesmo.

sorry about bein' an egoccentric bitch and talking more about me than the post, but ah... i can't really of anything. and i know i'll be sad until... i see him again.

Michereff disse...

UHAUhuahUHA!
Fiquei sabendo de umas "coisinhas" suas no carnaval!
O que o álcool não faz, hein?
=P

Ei, bem que vc poderia colocar o meu blog na seção Outras Séries.
XD

abraços!

Du disse...

Tb notei mudanças positivas na convivência!!! Sabe oth eu ainda ñ vivo essa vida de satisfação no trabalho, mas eu com certeza torço e fico MUITO feliz pelos meus amigos. Principalmente aqueles especiais como você! Acho que o caminho é por ae, vai fundo que estarei sempre do seu lado! Bjo gde!