terça-feira, abril 03, 2007

6.04 - A Lot Like Love

[ A Lot Like Love ]

Ele acorda todos os dias às 6:30 da manhã e cada segundo que passa antes que eles troquem a primeira palavra no meio do dia é tempo perdido (e perde tempo demais). Ela passa dias fingindo ignorar que ele existe.
Ele acha que talvez ela seja misteriosa demais. Ela acha que ele pergunta demais.
Ela gosta de Led Zeppelin e ele acha fantástico. Ele gosta de Madonna e ela acha que ele pode ser gay.
Ele acha que não é interessante o bastante. Ela sabe que não.
Ele ama o filme do Johnny Cash. Ela já viu 3 vezes.
Ele sonha em voar para a Nova Zelândia e ela só lhe dá asas.
Ele chegou a quase desistir de sonhos, mas aí ela apareceu.
Ele fala demais. Ela não lhe manda calar a boca (e por isso ele gosta tanto dela).
Ele não sabia muito bem o que estava acontecendo dentro dele, e ela nem imagina que é a resposta.
Ele ignora o que ela pensa. Ela finge ignorar o que sabe dele.
Ele sempre esperou encontrar alguém como ela. Ela tinha certeza que nunca ia encontrar alguém que gostasse de Bob Dylan na cidade.
Ele não gosta nada do que o espelho lhe diz. Ela só tem boas notícias do espelho.
Ele se acha pouco, mas quer melhorar. Ela é muito.
Ele está crescendo. Ela é do tamanho de uma estrela brilhando.
Ele só sabe aprender com o erro. Ela nunca erra.
Ele é triste e solitário. Ela é um grande sorriso.
Ele pensa sempre em desistir. Ela é uma tentativa.
Ele talvez não seja nada que pensa que é. Ela é tudo o que ele precisa.

Dica de locadora: A lot like love (De repente é amor) - Oliver (Ashton Kutcher) e Emily (Amanda Peet) se conhecem em um vôo que cruza os Estados Unidos. Ele é um recém-formado que procura seguir um cronograma rígido para sua vida, de forma que consiga alcançar o sucesso profissional o mais rapidamente possível e também encontrar o amor de sua vida. Já ela é espontânea e indisciplinada, do tipo que prefere ver aonde a vida leva ao invés de fazer planos para o futuro. Oliver e Emily imediatamente sentem atração um pelo outro, mas as características de ambos são incompatíveis. Durante os 7 anos seguintes eles se encontram periodicamente, mas tudo parece conspirar para que eles sempre estejam separados.
Citação: "They say opposites attract. She is really something and I am nothing. How much opposite can we get?" (Charlie Brown, Peanuts, by Schulz)
Trilha Sonora: Just Feel Better, by Aerosmith

Um comentário:

nathália disse...

ai, um dia eu fui pegar simplesmente amor na locadora e confundi com de repente é amor (ou seria na ordem contrária?)
... mas eu amei e chorei demais.


Ele é romântico intenso. Ela, tomara que entenda isso senão a amiga dele mata.