sexta-feira, julho 07, 2006

Episode 5.05 [ A Winter's Tale ]

Episode 5.05 [ A Winter's Tale ]

E lá se foi a minha primeira semana de férias. E com ela muitas decepções, perdas, ganhos...

O frio ainda me assola e me faz sujar mais meias do que eu deveria. Meus lábios estão rachados e doloridos. O inverno está glacial. Só falta nevar...

Minha avó faleceu na quarta-feira à noite. É estranho simplesmente não te-la mais no quarto ao lado, não ouvir sua voz gritando e reclamando, ou não ouvir seu fôlego forçado para cantar suas músicas. Pelo menos ela está muito melhor do que muita gente por aqui. Enquanto isso, na Terra, poucas realizações. Descobri que Brokeback Mountain não é tão bom assim. Salvo a fotografia, trilha sonora e atuações excelentes, o filme realmente não me surpreendeu. Descobri que o final de Belíssima deixou a desejar. Descobri que minhas notas finais não foram tão boas assim como eu pensava. E para as minhas férias, nada de viagens, nada de festas até agora, nada de encontros, nada de revelações (nem mesmo na novela...), nada de e-mails respondidos...

Pelo visto, minhas férias metaforizam o fato de que a vida é mesmo coisa muito frágil, uma bobagem, uma irrelevância, como eu já disse por aqui. Viver é tão simples que nos basta respirar e seguir nossa natureza. Mas ainda sinto falta de vivenciar. Vivenciar é estar presente. Não apenas acordar, mas abrir os olhos para um novo dia cheio de realizações. Não apenas dormir, mas ter em mente que o dia foi bom e o próximo vai ser melhor. Não apenas respirar, mas interiorizar toda a energia que emana de quem nos ama. Ainda tenho os meus amigos e a minha família e não reclamo disso. Apenas sugiro uma coisa: olhe para si mesmo essa madrugada. O que você realizou hoje? Do que você vai se orgulhar quando estiver deixando esse mundo? Faça mais. (use filtro solar, também, é claro)

A vida é isso aí. E você não está sozinho.

"escrevo longas cartas pra ninguém... e o inverno no Leblón é quase glacial..."

Soundtrack: In Between Days, by The Cure

2 comentários:

lonely star disse...

isso que vc falou aí é existir, não é viver não.

Du disse...

Vivenciar ñ é tão simples quanto viver. Exige um pouquinho de esforço para conseguir perceber que a vida acontece nas mínimas coisas. Agora na hora de deitar a cabeça no travesseiro cara, vc tocou na carne. Essas questões me intrigam demais. Sempre acho que poderia ter feito mais e melhor. É um contraponto. Se a vida está nas pequenas coisas, pq tenho que ser "mais e melhor" ? Talvez a resposta esteja na balança da armadura de libra, e em todas as balanças da vida... Equilíbrio.