domingo, outubro 22, 2006

Episode 5.18 [ Everybody Says 'I Love You' ]

Episode 5.18 [ Everybody Says 'I Love You' ]

O sol está estranhamente brilhando como numa manhã de primavera. Bem... é uma manhã de primavera, mas ainda não passou das 6. Não passou das seis e eu nem fui dormir. Pensando, postando, escrevendo, sorrindo... conjugando verbos e verbos... lendo. Hoje eu vi a propaganda antiga do Laka. Aquela que toca Cryin' in the Rain que o A-Ha gravou, mas na propaganda não era o A-Ha cantando. E é uma propaganda tão bonita, tão pura, tão tocante. É uma propaganda que me faz chorar. É uma propaganda que traz à tona todas as minhas frustrações com a minha adolescência incompleta. Como eu queria ter vivido mais, mas afinal de contas eu acho que devo mesmo ser diferente. Eu ainda não sei no que exatamente eu errei pra não ter tido um início de adolescência perfeito. Talvez comecei mal mudando toda hora de cidade...
Acontece que me apaixonei na sexta série por duas pessoas diferentes de duas maneiras diferentes ao mesmo tempo. E por outra na sétima série. E por outra na oitava. E por outa no primeiro ano. E por outra no segundo. E por outra no terceio ano (que coincidentemente é a mesma da época da oitava série). Que estranho... só um desses amores realmente se concretizou. E olha que foi bem difícil.
O que será que deu errado? Eu ainda estou tentando acreditar que nada disso é culpa minha e que eu ainda tenho chance. Tudo o que eu fiz nessa vida (exceto uma ou duas coisas) amorosa aleijada foi banal. Tudo realmente trivial. O que ficou, o sentimento verdadeiro, na verdade nunca existiu. E eu ainda passo as madrugadas sozinho na internet esperando cair do céu a minha chance de ouro. E eu ainda espero incessantemente por alguém. Ou não...
Eu leio posts alheios que falam de blogs antigos... e eu entro no meu blog antigo. O terceiro da minha vida (o primeiro não existe mais e o segundo era de cinema). Mais pessoal impossível. Acho que nunca fui tão verdadeiro comigo mesmo quanto na época daquele blog. E foi a época mais feliz da minha vida...

Everybody says 'I love you' - Todos dizem 'eu te amo': uma comédia romântica musical que tinha tudo pra ser normal, mas foi ser um filme de Woody Allen ehehe. Drew Barrymore, Julia Roberts, Goldie Hawn, Natalie Portman e um elenco foda, alguma música e muitos beijos. Não assista, é tortura.

Soundtrack: Inevitable, by Shakira
"el cielo está cansado ya de veer la lluvia caer"

8 comentários:

nat, aw my god we do write alike. disse...

Primeiro, o egocentrismo:

É ISSO! É exAtAmENTe isso! Eu também era mais feliz e o que eu não entendi ontem foi o fato de eu ter essa felicidade, SABER dela, e mesmo assim ter escrito tudo aquilo. O pior: faz sentido. Tava passando por tanta coisa, ao mesmo tempo por nada. A maioria enfiada nesa maldita cpu. Mas o que eu posso fazer se ser gotikahdumaudeprê era o que mais me cabia? Bom, me joguei, cacete! Então eu nao deveria estar achando nada. No fim eu nem estou achando nada. Mentira, to achando estranho. E pensando. Mas isso é o que acontece toda vez. (me internem).
Esse de relacionamento eu entendo demais. So consegui beijar uma pessoa pela qual senti alguma coisa bonitinha o suficiente pra achar que ia ser pra sempre. I'm a physical attraction victim! E isso TAMBEM não condiz comigo. Mas ao mesmo tempo condiz. E faz sentido no contexto. AAAAAAA
E eu LI todos aqueles textos dos meu 13,14 anos e todos todos todos falavam de ironia. TODOS. Isso foi uma das coisas que não mudaram muito e apesar de tanta coisa ter acontecido nesses 2,3 anos eu ainda me pergunto se vai ser assim sempre.
Vc devia ter estado lá.
Ah se eu soubesse...
E eu devia ter estado aí. Mas acho que estava muito ocupada transformando meu nada em tudo e minha felicidade em infelicidade para conhecer alguem.
Mas com vc ia tudo ser mais fácil... ou menos confuso. Talvez eu nem seria tão perdida...

moral: conheça pessoas com os mesmos interesses que vc. vc nunca sabe se irão acabar num blog em que vcs escrevem igualmente divagando sobre o passado e como tudo poderia ter sido diferente.

Agora calmaê que vou inventar uma máquina do tempo.

nat, time machine doesn't work... disse...

(acho que é porque acabei de construir 5 minutos depois que comecei, ANYWAY)

Agora sobrevocêismo:

Nada disso é culpa sua mas ao mesmo tempo é... quer dizer, acho que é culpa do seu romantismo (no sentido literal/literário não na banalização do conceito ), parece que vc foi igual a mim no sentido de ter se apegado tanto ao que queria, ao seus próprios pontos de vista, aos ideais que isso te impediu as vezes de "se jogar", por mais que em alguns momentos vc tenha se sentido como uma criança descobrindo o mundo (which we still are, damn it) com vontade enorme de se jogar pro que não deveria (que no fim é pro que DEVERIA). Foi assim?
Mesmo se fez em algum momento... parece que não foi o suficiente.
Não abrir mão de quem você é não foi suficiente. E não deveria ser o contrário? :~~~~
Mas acho que vc devia pensar. Quer dizer, eu REALMENTE não lembro se já te disse isso dizendo mesmo ou em pensamento mas talvez isso tudo que tenha te tornado assim. Não sei se vc queria ser outra pessoa no presente momento mas eu espero que não, pq a MINHA pessoa não ia querer ter conhecido outro Otavio. Senão ela ia ficar sozinha =/
As vezes eu acho que quem escreve ou faz qualquer arte é predestinado a ter uma vida bagunçada ducaralho pra algumas coisas ´bonitas,legais,interessantes saírem disso. Se é uma questão de conformismo eu não sei. Pra mim é realismo... escolhe bem onde vc quer estar, I think you were born to be adored.

you're in the hall of fame of my heart.
i love you.

Agora é por sua causa que nem quero uma máquina do tempo mais :~

Michereff disse...

Primeira vez em seu blog... E o que vejo? "Watched by 2 000 000 people"! 2.000.000??? Nossa!
UHAUhauHUAHuahu

Tá, tá... Deixa disso!
XD

Bom, não sei nem como dizer... Mas é exatamente o que sinto nos últimos meses. "E eu ainda passo as madrugadas sozinho (...) esperando cair do céu a minha chance de ouro. E eu ainda espero incessantemente por alguém. Ou não...". Exatamente isso.

Minha vida amorosa (cada vez que escrevo isso dá vontade de rir) não é muito diferente da sua. Tem um passado bem parecido, além do presente.

Mas acredito que isso uma hora muda pra qualquer um. Só tenho medo de me tornar um idoso daqueles bem solitários, que ficam sentados numa velha poltrona ouvindo música clássica... Não que não goste de música clássica! Pelo contrário, ADORO!

Enfim, nossa hora chega!
E isso, o amor, é uma das coisas mais inesperadas. Acontece quando quer. Vem quando quer.

Olha quem tá falando... O mais ancioso e chato nisso. Pergunte ao Filipe!
XD

Bom, é isso!
=***

Ankh disse...

Sua adolescência não foi mais sofrida que a do mundo inteiro. Claro que muitos se deram bem, mas não vamos generalizar.
Já sofri muito por amor tb. Um amor que eu queria que caísse do céu e fosse como cena de novela. Aconteceu? A parte de novela sim, mas definitivamente, nenhum deles caiu do céu.
"esperando cair do céu a minha chance de ouro"
A gente se parece, né? Pois é. Vou te contar um segredinho. O segredinho que eu usei pra reverter essa parte de cair do céu e poder viver esses amores de novela: atitude.
Já tive mto medo do que iriam pensar ou responder qdo eu perguntasse "quer ficar comigo?". Mas só percebi que eu só saberia a resposta se eu perguntasse, pq ninguém poderia fazer isso por mim. E é melhor ouvir um não, do que ficar a vida inteira curioso e arrependido de ter perdido aquela chance.
Enquanto vc não decidir parar de temer o que vão achar, o que vão pensar, vc vai continuar com as frustrações frequentes nos posts.

padeira disse...

É melhor esperar um amor cair do céu do que ter um amor que inesperadamente emerge do inferno!!!

padeira disse...

Ah, eu estava brincando. Não sou conselheira amorosa!

Du disse...

1º) Nenhum início de adolescência é perfeito. É mta mudança de uma vez só.
2º) Nessa época eu tb ja me apaixonei por umas trinta pessoas ao mesmo tempo.
3º) O que se concretizou foi difícil... Amar é difícil. É bom, mas é difícil. O amor por si só é mto bonito, mas quando há duas pessoas entre ele exige MUITA dedicação.
4º) Vc e um zilhão de pessoas passam a noite na internet e esperam a chance de ouro cair do céu. (No campo profissional eu to esperando até hje... e eu realmente quero que ela caia do céu, o que nunca vai acontecer ¬¬)
5º)Continuo me preocupando com vc, queria conversar mais e te dar uma saculejada também...
6º) Só queria te dizer pra vc ñ se descabelar. Mto do que vc passou, acontece com o vizinho tb. Senta um pouco, relax. Sua vida ñ é trivial, as coisas que vc viveu muito menos. Pq ñ começa uma nova "época mais feliz da minha vida"? A vida é feita de várias dessas épocas. E depende MUITO de NÓS MESMOS para vivê-las. Basta querer. Tá bom, pode tomar uma pinguinha pra encorajar.(brincadeira)^^
Eu vou estar do seu lado, e sei q mta gente também! Vc leu meu perfil no orkut? MERGULHE NA NOITE ESCURA TATÁ! bjo EU TE ADORO!

henrique disse...

sempre temos outra oportunidade de sermos felizes... vao existir outras oportunidades pra vc,
é nisso q eu realmente acredito, e é isso q me mantem aqui, a esperança de um dia ser feliz, e de um dia eu fazer diferença na vida de alguem, constantemente...
pq o resto é passageiro, e num adianta ficar pensando no passado e noq poderia ter sido e como seria agora... isso só faz piorar